Postagens populares

Postado por : James Moura 7/18/2011

Devil May Cry 4 no Ubuntu pelo PlayingOnLinux

devil-may-cry-4 'novidades ubuntu'

Veja você mesmo:









Devil May Cry é uma série de ação que fez muito sucesso no Playstation 2. A primeira versão lançada em 2001 balançou o mercado, numa época em que as pessoas achavam que o título se assemelharia a Resident Evil. Lógico que por alguns motivos: Devil May Cry foi criado pela Capcom e a equipe responsável pela nova franquia era só a mesma que criou hits como Resident Evil e Dino Crisis. O jogo quando saiu realmente foi um divisor de águas no mundo dos jogos de ação, pois sua jogabilidade e a velocidade alucinante dos golpes unidos a gráficos maravilhosos (para o início da década) fizeram o jogo vender muito bem e ser aclamado por muitos jogadores como um dos melhores jogos de ação do PS2. Ao chegar a segunda versão, a Capcom se deu mal por criar um produto nas coxas, trazendo ao público um Dante (protagonista da série) ridículo e sem personalidade. Já no terceiro capítulo, a empresa japonesa viu o que fez de errado e em 2005 lançou Devil May Cry 3: Dante’s awekening, uma prequel que contava a história de Dante e seu irmão Vergil antes do Devil May Cry original. Pegando carona no sucesso do DMC3, a Capcom traz Devil May Cry 4 em 2008. Entretanto não sendo exclusivo do Playstation 3 como se pensava. A Capcom fez parceria com a Microsoft e também lançou o jogo para o Xbox 360 e PC. A mesma situação aconteceu com a Square Enix e seu Final Fantasy XIII: Fabula nova Crystallis, previsto para ser lançado para o público ocidental em 2010.

Devil May Cry 4 chegou no embalo junto de outros jogos que pousaram na geração atual conhecida até o ano passado como Next-Gen (PS3, Xbox 360 e Wii). Esses primeiros títulos foram criados para mostrar ao público como seriam os novos games e, sobretudo, como seriam os gráficos. Sem dúvida, todo início de geração é aquele susto que os jogadores levam, pois o visual dos jogos impressionam devido a capacidade dos novos consoles. Foi assim com Devil may cry 1 e também com Devil may cry 4. Os gráficos estão um pouco ultrapassados agora em 2009, porque em um ano os jogos tiveram avanços incríveis (vide: GTA 4, Metal Gear 4, Assassin’s Creed, entre outros). O choque causado pela quarta edição da série foi menor do que o causado pelo original, porém isso não significa que é um jogo ruim.


Cadê o Dante?


Calma, Dante está mais vivo do que nunca e no início da história ele é tratado como vilão, mas é só artifícios da narrativa para prender a atenção do jogador por mais tempo. O jogo começa com o personagem novato na série Nero, que muitos confundiam nos trailers com o próprio Dante, devido à grande semelhança. Nero faz parte da Ordem dos cavaleiros, um grupo religioso que possui planos muito mais sombrios do que se demonstram no início da jogatina. As primeiras cenas de luta entre Dante e Nero são de tirar o fôlego e como é de praxe, vemos lutas absurdas, porém divertidíssimas, no melhor estilo Matrix.

Nas primeiras missões o protagonista é Nero, que tem um braço com poderes demoníacos. O braço dele pode agarrar os inimigos de longe e puxá-los com sua aura azul que cria uma versão estendida dele. Nero é tão ágil quanto Dante e além do seu braço, ele também usa espada e armas de fogo. Aos poucos, Nero percebe o que é a Ordem dos cavaleiros e seus reais propósitos.

Ao jogar como Dante, há uma leve melhora na jogabilidade em relação a DMC 3. No jogo anterior, podia-se apenas usar um dos quatro estilos de luta (Gunslinger, Sword master, Royal guard e Trickster) de cada vez, agora no DMC4 pode-se usar os quatro estilos durante o jogo e criar combos arrasadores usando todos os estilos de uma vez. Dante está mais velho e trata Nero como seu estagiário ou coisa do tipo. Dante volta com sua arrogância de sempre, fazendo os demônios chorarem bastante.



Link para essa postagem


Deixe seu comentário:

Gostou? Não gostou? Comente!

Subscrever Posts | Subscrever Comentários

- Copyright © 2009-2015 Novidades ubuntu linux - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -