Postagens populares

Postado por : James Moura 8/25/2012






    A grande dúvida que tive no início, quando comecei a usar linux foi saber quanto colocaria de partição swap, logo no início eu configurava 2GB achando que iria ajudar na performance da memória que era pouca, sabia que tinha alguma coisa a ver, assim como a antiga memória virtual do falecido "Ruindows XP" que sempre rolava nos tutoriais, achava que quanto mais tivesse melhor.. foi então que encontrei uma matéria falando especificamente sobre isso.

Oque é SWAP?

A Memória Virtual é uma extensão da memória RAM. Quando a Memória RAM está cheia, não sendo mais possível armazenar dados nela ou existem dados que não estão sendo utilizados por muito tempo (ociosos) ocupando desnecessariamente a RAM, é utilizada a Memória Virtual utilizando a Memória Secundária, desonerando a Memória RAM para que outros dados possam ser carregados nela. Esses dados carregados na Memória Virtual podem ser carregados na Memória RAM novamente conforme a necessidade de processamento dos mesmos. Então ocorre o processo de "troca" em que os dados ficam alternando entre a Memória RAM e a Virtual. Esse processo de troca é o chamado processo de SWAP e ocorre de modo imperceptível para o usuário. Entretando, o processo de SWAP não substitui o uso da Memória RAM, pois a leitura/escrita do Disco Rígido (HD) é mais lenta (centenas de vezes mais lenta) que a da Memória RAM.

Porque eu preciso do SWAP?



 
Existem algumas funcionalidades e situações que são importantes motivos para utilizar o SWAP no sistema operacional GNU/Linux:

Utilização de programas com alto consumo de memória: Eventualmente programas "grandes" fazem com que o sistema demande mais memória. Esses programas normalmente carregam na memória dados que são utilizados apenas em sua inicialização. Esses dados poderão ser movidos pelo sistema operacional para a SWAP para liberar a memória para a utilização de outros programas.

Hibernação (suspend-to-disk): A função Hibernar move o conteúdo da Memória RAM para a partição SWAP antes de desligar o computador. Para isso sua partição SWAP deve ser, no mínimo, do tamanho da sua Memória RAM.

Imprevistos: Situações imprevistas acontecem (como algum programa bugado começar a ocupar toda a memória). Nesses casos o SWAP pode prover tempo hábil para descobrir o que está acontecendo ou terminar o que você estava fazendo.

Otimização do uso de memória: A alocação de dados ociosos dos programas para a SWAP permite que a Memória RAM mantenha-se livre para a utilização por outros programas ou para a sua utilização como cache de memória.


Qual deve ser o tamanho da partição Linux-Swap?



Conforme mencionado anteriormente, não é justificada a utilização de quantidades imensas de espaço em disco para o SWAP. É possível também observar a tendências de duas variáveis que interferem nessa definição: 1) Os computadores atuais possuem grande capacidade de memória RAM; 2) Os computadores atuais possuem grande capacidade de armazenamento em disco (memória secundária).

Levando essas variáveis em consideração é possível considerar bastante razoável a recomendação da Red Hat em relação ao espaço destinado ao swap[1]:
Quantidade de RAM do sistemaQuantidade de SWAP recomendada
4GB de RAM ou menosno mínimo 2GB de SWAP
4GB a 16GB de RAMno mínimo 4GB de SWAP
16GB a 64GB de RAMno mínimo 8GB de SWAP
64GB a 256GB de RAMno mínimo 16GB de SWAP
256GB a 512GB de RAMno mínimo 32GB de SWAP

Do mesmo modo vale salientar que cabe ao usuário avaliar a capacidade da Memória RAM e a capacidade do seu disco rígido de modo a disponibilizar um valor razoável de espaço para o SWAP.


Onde devo adicionar a partição SWAP, antes, depois, ou entre o sistema e o boot?

Imagem do  http://ubuntued.info
  
   Eu também tinha essa dúvida e por isso colocava a SWAP sempre no inicio, na primeira partição, porém assim como podemos ver na imagem, o melhor lugar para se manter a partição SWAP é depois do sistema, indicado pela partição Raiz na imagem.
(Obs: A 1ª partição em azul é uma partição Windows, oque sugere que nesse caso estaria se fazendo um DUAL BOOT, no entanto, para instalar apenas o ubuntu, ignore ela e siga o exemplo Das 3 últimas)

Outro efeito da SWAP:
Basicamente sem a partição SWAP você não terá o recurso de HIBERNAÇÃO no seu ubuntu.

Dito isto.. boa degustação pra vocês !! rss

Fontes:


Amigo(a), não se esqueça de compartilhar com os amigos, ajude nosso blog a crescer ainda mais!! \o/



Link para essa postagem


Deixe seu comentário:

Gostou? Não gostou? Comente!

Subscrever Posts | Subscrever Comentários

- Copyright © 2009-2015 Novidades ubuntu linux - Date A Live - Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -